Plasma Rico em Plaquetas (PRP) ou Plasma Rico em Fibrina (PRF)

O sangue é composto por células vermelhas (hemácias), células brancas (leucócitos), plaquetas e plasma. O plasma contém os fatores de coagulação, além de íons e proteínas. Já as plaquetas têm em seu interior vários fatores de cicatrização. 

 

O PRP e PRF utilizam como matéria prima o sangue do próprio paciente. A técnica inicia-se com a venopunção e o sangue passa por um processo de centrifugação em alta velocidade. Após condução do protocolo corretamente, haverá o maior número possível de plaquetas no plasma coletado.

Desenho esquemático da obtenção do PRP

As plaquetas ativam o processo de crescimento celular e ação dos fibroblastos, estimulando a síntese de colágeno. Os fatores de crescimento plaquetários vão concentrar-se na zona desejada e estimular o crescimento de um tecido de enchimento autólogo. Não é uma técnica de preenchimento, mas pode ser usada como uma técnica complementar. 

 

Entre os efeitos esperados podemos citar o aumento da vascularização local, melhorando a circulação sanguínea, aumento da oxigenação, nutrição tecidual e síntese de colágeno e elastina. A pele passa a apresentar maior hidratação, brilho, tonicidade, jovialidade, resistência e textura firme. 

É um procedimento minimamente invasivo, biocompatível, sem efeitos colaterais e risco inexistente de rejeição. São necessárias, em média, 4 sessões de PRP, sendo que os resultados começam a aparecer a curto prazo. A manutenção varia de acordo com o grau de flacidez, podendo ser realizada a cada 6-12 meses.

Ed. Millennium Center - Medical Tower

Av.Djalma Batista 1661, sl 107/108

Manaus - AM 

(92) 3659-3356

  • Facebook
  • Instagram